domingo, 22 de janeiro de 2006

Noite eleitoral

19:54
Estou ligado aos sites dos 3 canais, da TSF e do STAPE. Ligado em Skype-conferência com os meus pais e a Isabel. É a primeira vez que não estou em casa à hora de revelarem os resultados. Estou confiante que não vou ter de voltar para votar na segunda volta.

20:00
Três boas notícias:
- Cavaco Presidente!!!
- Alegre à frente de Soares
- Jerónimo à frente de Louçã

20:15
A falta que me faz a imagem... Gostava de ver algumas caras: a de João Soares era a primeira, Ana Gomes a segunda. Mas, usando uma expressão lá de casa, calculo que estejam com cara de quem deu um pum na sala.
Mário Soares realmente nunca virou a cara à luta. Mas será isso sempre uma vantagem? Não sou ingrato ao ponto de esquecer a quota-parte que lhe devemos pelo combate ao PCP em 1975 e a nossa entrada na CEE, mas podia ter saído pela porta grande...

20:35
Resultados na Costa da Caparica:
Cavaco Silva - 46,96%
Manuel Alegre - 21,67%
Mário Soares - 12,44%
Jerónimo de Sousa - 12,26%
Francisco Louçã - 6,05%
Garcia Pereira - 0,62%

21:00
Vou actualizando os resultados no site do STAPE, minuto a minuto. À medida que os resultados vão saindo, começo a ficar preocupado: Cavaco, que nos primeiros resultados oficiais tinha 56%, aproxima-se agora dos 50%. Mas um especialista em números acabou de dizer na RTP que é garantido que ele ganha à primeira volta.

21:11
Já desci do quarto para a cozinha. O Eduardo, a Nayan e a Kavita (outra amiga indiana) estão a jantar, mas eu não consigo descolar o ouvido dos headphones e os olhos do computador. Não tenho fome! Devia haver eleições mais vezes...

21:35
Soares discursou. Não me pareceu lá muito alegre... Pudera, teve menos de metade da votação de Santana Lopes há 1 ano.

21:45
Finalmente, o Bloco perde votos. Teve quase cem mil votos menos que nas legislativas. Depois de ouvir o discurso de Louçã, a fome voltou-me num instante! Venham os queijos da mamã!

22:00
Jerónimo de Sousa é simpático, não há dúvida. E até tem um irmão padre, o que é uma característica que valoriza sempre uma pessoa. ;) Graças a ele, o PCP tem aumentado de eleição para eleição.
Entretanto, estava Alegre a fazer o seu discurso quando Sócrates começou a falar "por cima". Não lhe fica bem. Ele até está a ser, na minha opinião, um bom primeiro-ministro, mas uma boa "briga de avental" no Largo do Rato é sempre de saudar!

23:00
Já está tudo contado. Não é como dantes, que tínhamos de esperar até altas horas. Ainda bem que não tenho de voltar a fazer uma viagem-relâmpago para ir votar. E ainda bem que temos um presidente de centro-direita, para equilibrar a balança dos poderes.
Claro que eu preferia que ele tivesse dado publicamente a sua opinião sobre mais assuntos pessoais, mas não é o feitio dele e isso não afecta o exercício do cargo que vai ocupar. E também gostava que a nossa primeira-dama tivesse um bocadinho mais de bom gosto, mas cada um é como é.
Mas gostei de o ouvir agradecer ao CDS e ao seu presidente, corrigindo a gaffe de os ter omitido em ocasião anterior. E se ele disse que sabe bem a História de Portugal, é porque nos últimos anos deve ter conseguido ler todos os cantos d'Os Lusíadas, por isso todos podemos dormir descansados.
Está feito. Estou contente! Aliás, alegre. Sobretudo porque amanhã já não há mais campanha eleitoral. Que, como muito bem comentava Filomena Mónica na Visão desta semana, não acrescentou nada.
Vou dormir, que este fim-de-semana de eleições cansou-me.

5 comentários:

Anónimo disse...

Podias ter visto as eleições, inscreve-te no site www.jumptv.com e podes ver a rtp internacional

Anónimo disse...

cumprimento-te Tiago... é bom ver um jovem interessar-se por questões nacionais... aindo por cima, tão longe...

Anónimo disse...

boa semana de trabalho... e finalmente podes sossegar em termos eleitorais... apesar de eu o lamentar...

migalha disse...

Boa Tiago! Bom post. Continua a dar opinioes! Que eu gosto mesmo o q os blogs dizem das eleicoes, da politica e do estado do Pais. beijinhos . Depois telefono.

Anónimo disse...

Adorei esses minutos a passar. Quase que tinha um ataque cardíaco. Esperei mais de 10 anos por este momento, ver um Portugal Maior! Continua, tens muita graça a escrever. Nem sabia que o Jerónimo tinha um irmão Padre, vou ver isso melhor. Um abraço, M.