quarta-feira, 7 de março de 2007

Bacalhau com broa

Noite de duelo entre portugueses na Champions League pedia ementa especial, mas claro que a minha habitual eficiência na cozinha deixou o início do repasto para bem depois do apito final no Chelsea-Porto.
O atraso deveu-se sobretudo à minha inexperiência a amanhar o peixe - foi a primeira vez!
Outro dos motivos para tentar um dos meus pratos favoritos foi o facto de ter trazido uma broa de Portugal. Mas já descobri tarde demais que, após uma semana no armário, o bolor tinha conquistado 90% da broa... ficou um restinho para dar um ar da sua graça.
Tirando estes percalços, o bacalhau com grelos e batatas salteadas, regado a Borba branco, satisfez os comensais e quase não sobrou. E é mais um prato a constar do meu ainda curto curriculum culinário.

3 comentários:

Isabel disse...

olá olá!!

Será batatinha VITACRESS?!?! onde compraste?
se for foi embalada aqui em Odemira!:D
bjinhos

Diogo Alvim disse...

Mas deitaste fora 90% de uma broa só porque tinha bolor? O bolor dá imenso sabor aos alimentos! Já para não dizer que é super saudável- não sabias que a penincilina é feita de bolor?
Que desperdícios se praticam aí por Londres!

Maffa disse...

Que horror Diogo!!
Nao me digas q comes pao com bolor?!?! Daquele bem verdinho?
Ah é que mesmo tirando a parte escura e que se vê do bolor ele espalha-se pelo pao todo...