terça-feira, 26 de setembro de 2006

Marisa Monte

Um belíssimo concerto: a voz cristalina, os efeitos das luzes, os braços dela sempre ao ritmo da música... As músicas dos 2 álbuns lançados este ano passaram quase todas: Vilarejo, Vem Saber e Meu Canário são as minhas preferidas. Mas o que fez o público levantar-se das cadeiras para dançar foram alguns êxitos mais antigos, como Não Vai Embora e os êxitos dos Tribalistas.
Realmente a música é uma linguagem muito forte! Traduz sentimentos que também são nossos, leva-nos até às memórias de outras vezes que escutámos as mesmas canções... e consegue fazer-nos arrepiar. E pelo menos a mim dá-me sempre a vontade de ser um dos músicos que estão no palco.

2 comentários:

Rui disse...

viste lá o meu irmão ou quê?? isto dos blogs tem piada, mas não há muitos que se dediquem a eles como tu!

Anónimo disse...

Sabe o que foi ?

...um concerto.

um "um bem que se quis".

Encantamo-nos ao som de uma tal "Dança da Solidão".

No fim só restou gritar " Não vá embora...

Mas foi.....