quinta-feira, 16 de novembro de 2006

Rua Sésamo

Se há paranóia que sempre tive foi a do registo. Ficar com um registo das coisas mais marcantes. No papel, em vídeo, ou simplesmente na cabeça... Tinha uma espécie de medo que as coisas se perdessem. Acumulava agendas antigas, cassetes de vídeo e jornais, para guardar memória de tudo. E hoje estou melhor, mas ainda assim mantenho esse sentimento.
Lembro-me de ser miúdo, na altura bastante viciado em televisão, e de pensar o que aconteceria aos programas que eu gostava de ver na televisão: se os estaria a ver pela única vez, ou se viria a ter uma oportunidade de os rever. Na altura pensava apenas na reposição de programas, que acontecia a cada passo, e que mais tarde veio a ganhar corpo na RTP Memória.
Mas hoje em dia tudo se passa na internet. Cabe aqui o passado, o presente e o futuro. Se por um lado tem o seu quê de efémero, como o são os blogues, por outro lado também pode servir como uma gigante base de dados para preservar memórias.

Vem tudo isto a propósito do que encontrei hoje no YouTube, enquanto por lá vagueava. Já sabia que por lá havia vários desenhos animados da nossa infância, mas resolvi procurar a Rua Sésamo. E vejam só o que fui encontrar...

Uma das músicas mais hilariantes, que seguramente faz vibrar todas as crianças do meu tempo: Tenho orgulho orgulho em ser uma vaca!

Eu na altura (1990) já era crescidinho, já sabia bem as letras todas e até me irritava que eles dissessem "duplo vê", em vez de "double u". Mas era um programa que eu via todos os dias, apesar de não o poder admitir no dia seguinte à frente dos colegas.
E sem dificuldade poderia aqui lembrar o Monstro das Bolachas (quero comer, comer, comer-te, bolachinha!), o Egas e oBecas (peixepeixepeixepeixe!), o Conde de Contarr ou tantos outros. Mas para amostra, deixo aqui outro grande êxito: Vem ginasticar!
Um grande bem haja ao YouTube!

3 comentários:

Rui disse...

Hem, rapaz, tens estado mais do que activo aqui no blog!
De facto, ao longo dos anos, tens sido das pessoas que mais me vai pedindo para gravar coisas,,,

nesca disse...

Lindo! Adorei...

muitos lanches passei eu em frente a tv a ver a rua Sésamo... a avó Chica é 1 amiga de sempre da minha avó, ainda de vez em qdo a vejo a passear a sua cadelinha pela rua e lá lhe falo...e recordo me da Rua Sésamo...

Diogo Alvim disse...

E eu ainda me lembrava da letra toda destas canções!!! Lindo! Quer dizer, a da vaca nem por isso, mas lembrava-me do refrão (também não é muito difícil, pois não?).