terça-feira, 7 de junho de 2005

Menos dois

Tem sido impossível escrever. Isto de ter seis exames em 2 semanas é obra! E se já seria difícil em português, mais ainda em inglês. Entre ontem e hoje "despachei" as políticas de saúde e os "fundamentos" da política social. Segue-se exclusão social na sexta.
Tenho continuado quase todo o tempo na biblioteca. Agora já sem sequer ligar o Messenger. Ontem fiquei até às 4h30 da manhã (estava mesmo apertado), mas o mais comum é sair pela meia-noite. O pequeno-almoço e o jantar na residência são os momentos para descontrair um pouco, apesar de as conversas mais frequentes serem sobre os exames que cada um teve ou vai ter.
Os exames são de 2 horas, para responder a 2 perguntas que posso escolher de entre 7. A resposta é um pequeno ensaio, que se quer coerente, crítico e bem estruturado; mas eu demoro um bocado a escrever e não tem sido fácil incluir tudo o que queria. Mas não correram mal, antes pelo contrário, acho que pus tudo o que era importante, apenas sem brilhantismo. E não vale a pena criar muita expectativa, porque é muito difícil tirar uma boa nota. De qualquer forma, as notas só vão sair no fim de Novembro, nessa altura espero já estar a trabalhar... O mais importante é que agora vejo que aprendi bastante este ano!
Espero voltar a escrever aqui coisas mais interessantes daqui a 13 dias, quando me livrar desta pressão...

Pelo meio, tive o prazer de tomar um café aqui na faculdade com a Maria Dória, que veio cá passar o fim-de-semana. Pena não dar para estarmos mais tempo.
O Ibrahim volta para Istambul depois de amanhã e vai deixar saudades por cá. É o primeiro sinal que os dias de Londres estão a entrar na recta final.

1 comentário:

maria disse...

Ainda bem que correram bem! Força para os restantes, está quase e de certeza que vais fazer "boa figura"!
Gostei muito de ter tomado o café e, não fora ter-me perdido, de certeza que teria gostado da missa :o)
Fica um beijinho e BOA SORTE!