sexta-feira, 10 de fevereiro de 2006

Estranhos hábitos

Em resposta ao repto lançado pela Maffa, aqui vão os meus 5 hábitos mais estranhos. Foi difícil escolher de entre tantos outros...

1. Fazer listas de tudo
A começar pelas despesas, tenho um ficheiro em Excel com todo o dinheiro que gasto (ao cêntimo!) e outro para as contas da casa. Tenho uma agenda de bolso para apontar as coisas que tenho para fazer, e outra tipo livro para registar aquilo que fiz. E agora, como quase sempre sou eu que vou ao supermercado, estou sempre a fazer a lista das compras necessárias. A cada passo começo a fazer a lista dos concertos a que já fui, dos países que já visitei, das companhias em que já voei, das figuras públicas que já vi... No limite da loucura, cheguei a começar um ficheiro com as pessoas que conheço, mas felizmente nunca mais lhe peguei.
Tudo começou quando eu tinha 4 anos. Aprendi a ler cedo demais, e como estava sempre em casa e não devia ter muito com que me distrair, resolvi começar a apontar tudo o que fazia, com hora e tudo (do género: "9h34 - tomei o pequeno-almoço"). Depois de pôr os nervos em franja a toda a família, acabei no psicólogo, que me mandou para a escola para brincar com outros meninos e deixar-me de parvoíces. Foi remédio santo, mas o bichinho ficou.

2. Na casa de banho
Este é um pouco mais íntimo. Se se trata de uma necessidade mais demorada, tenho de libertar-me primeiro de toda a roupa: camisolas, camisas, calças, boxers, relógio, tudo! Esteja frio ou calor, em casa ou no trabalho. Não é que eu alguma vez tenha pensado, é apenas um hábito instintivo que me acompanha desde miúdo. Eu sei que é uma coisa que parece muito estranha para quem nunca o fez, e por isso mesmo tranquilizou-me ter vindo a descobrir uma mão cheia de amigos que padecem da mesma panca.

3. Lembrar-me de datas
Sei de cor os anos de toda a gente, mais os anos de casados, de namoro... E sem grande esforço consigo lembrar-me do que aconteceu no dia x, mesmo há alguns anos atrás. Sei que a SIC abriu a 6 de Outubro de 1992, que o Sporting se sagrou campeão a 14 de Maio de 2000, ou que a princesa Diana morreu a 31 de Agosto de 1997. Tudo informações perfeitamente inúteis!
No outro dia fui-me inscrever na Segurança Social daqui e tive de responder a um questionário exaustivo. Perguntaram-me quando tinha estado no Reino Unido pela primeira vez, eu respondi "em 2001". "Sabe as datas?", que pergunta mais ridícula. O pior é que eu sabia.

4. Adormecer em todo o lado
Claro que dormir pouco à noite é a causa óbvia de que eu adormeça sempre que me apanho desocupado, sobretudo nos transportes ou no sofá. Mas mesmo quando estou bem dormido, é-me muito difícil resistir ao escuro de uma sala de cinema ou à homilia de uma missa ao fim da tarde. É uma coisa lá de casa, ninguém tem problemas em ferrar no sono, e mesmo quando na adolescência os meus pais me diziam que não conseguiam dormir descansados enquanto eu não chegasse a casa, era certo e sabido que, ao entrar em casa, os ia encontrar já a ronc... a dormir.
Mas eu sou pior: adormeço sentado, em pé ou de joelhos, de um segundo para o outro... já fui! E já me aconteceu adormecer a cantar, a tocar guitarra, ao telefone, a andar, em pé no meio do autocarro (com direito a uma cabeçada no vidro, seguida da gargalhada de metade do autocarro), no futebol, nas aulas, na casa-de-banho... Ainda um dia hei-de fazer o teste da apneia do sono.

5. Nas compras
Nunca posso comprar a primeira coisa que vejo. Se estou à procura de umas calças, por exemplo, e mesmo que saiba exectamente de que tipo quero, tenho de ir a todas as lojas, comparar os preços e os pequenos detalhes (costuras, botões, tudo!), e só depois de ver tudo é que decido. Muitas vezes pela primeira coisa que vi.
Se por um lado esta mania até parece ter uma base racional, com vista à poupança e à escolha do melhor produto, na verdade traduz-se muitas vezes num desperdício de tempo considerável, tal é a dedicação com que abraço a tarefa. E isto aplica-se não só a roupa, mas também à escolha de bilhetes de avião, presentes de Natal ou restaurantes. Por isso é que acabo sempre por ir às compras sozinho.

5 comentários:

p.canha disse...

Tiago, sinto-me desafiado a fazer o mesmo!!!
temos mais em comum do que pensamos! a história das listas: toda a gente acha que eu sou doido.
a história da casa de banho igual. eu fico-me só por não tirar a T-Shirt o resto sai tudo. estranho, não é? ainda bem que há mais malucos como eu.

Maffa disse...

Bem, sabia que tinhas a maniasinha das listas, e das datas, mas nao sabia que era TAO forte!!
E o hábito numero 2?! insólito!

joana d'arc disse...

Eu posso diagnosticar-te! Para alem da apneia do sono obvia quase a tocar com a narcolepsia agora tenho a dizer-te que tb es obcessivo-compulsivo... Por acaso tb abotoas os botoes por alguma ordem especial?lol

Anónimo disse...

és tão engraçado!!! és mesmo tu!! :D:D

bjinhos e em breve vamos tar ai para ter programa sabado à noite!!!:D

se maomé n vem à montanha, vai a montanha a maomé!!;)

(achas q é prigoso ter usado esta expressão?!?!)

isa

Anónimo disse...

Tiaguinho! Que saudades! E que bom saber que não sou a única a sentir as neuras dos sabados à noite. Deve ser por estarmos longe de casa...Adorei ler estes últimos posts, os teus hábitos, onde andavas há 10 anos, 2 anos... Vou fazer o mesmo! Por agora ficam saudades, muitas! Rita (MOC)