segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006

Saturday Night Fever

Pelo calendário biológico, já devia ter saido da adolescência há algum tempo. Contudo, a cada passo vejo-me possuido por sentimentos que já não deviam ser para a minha idade. Um exemplo disso é a neura que me dá quando não tenho programa num sábado à noite. Há muitas pessoas que preferem aproveitar o fim-de-semana para ficar em casa a descansar, mas eu ainda tenho aquela ideia de que não há melhor que uma boa dose de animação para recarregar as baterias. E fico chateado quando perco a oportunidade.

Foi o que aconteceu este fim-de-semana. Os meus flatmates tinham os seus programas. Telefonei para toda a minha lista (4 ou 5 pessoas), a ver se arranjava companhia para um qualquer programa, mas não tive sorte: ou estavam cansados ou a fazer outra coisa. Quem acabou por sofrer foi a barriga, com uma sobrecarga de 10 crepes com recheios diversos, e os meus flatmates, que ao chegar a casa levaram com o meu amuo, quando não tinham culpa nenhuma. Mas nada que não se resolvesse no dia seguinte, com uma boa conversa a dar colorido a um domingo cinzento.

Até agora, tem sido quase só em momentos como este - sem nenhuma importância quando os vejo com olhos de adulto - que me lamento de estar aqui e não em casa. Não é que eu não tenha saudades do resto, apenas sinto a familia e os amigos sempre próximos, e nunca passam muitos meses sem que eu lá volte. Mas lá que tenho saudades dos sábados à noite (ou sextas, ou até durante a semana), onde a dificuldade era escolher entre vários programas, isso tenho. Achava que a vinda para Londres me ia ensinar a gozar os momentos “só comigo”, mas passado mais de 1 ano não vejo qualquer avanço.

De qualquer forma, na próxima semana vou-me vingar: 3 festas em 3 noites seguidas, e na companhia de 3 visitas vindas de Paris. Gosto pouco, gosto…

2 comentários:

Maffa disse...

Ah!! eu em copenhaga feliz da vida por ter um sábado desligado da animaçao e fervorinho habitual de fim de semana, e a pensar... O Tiago de certeza que nao ia gostar deste meu sábado à noite solitário e caseiro.

amigona disse...

10 crepes Tiago???!!!!

Como é bom ser jovem... e poder fazer asneiras....